#mk-edge-slider-599b0112c7442 { background-color: #000000; }

Construção Brasil

Construtora Queiroz Galvão (CQG) é uma das três maiores empresas brasileiras no setor. Na busca por novos negócios, a CQG está cada vez mais incluindo na sua carteira uma participação significativa na modalidade de parceria público-privada (PPP), para a realização de obras de grande porte em variados segmentos – transportes, refinarias, vias urbanas, saneamento, energia e mobilidade urbana.

Obras da CQG que merecem destaque especial:

Mobilidade Urbana

LINHA 5 DO METRÔ DE SÃO PAULO

A Linha 5 do Metrô de São Paulo, mais uma obra da Queiroz Galvão, ligará os bairros Vila Mariana e Capão Redondo, com um total de 17 estações ao longo de 16 quilômetros.

A linha formará, em conjunto com as Linhas 1-Azul, 2-Verde (do Metrô) e 9-Esmeralda (da CPTM), uma malha de alta capacidade ligando o bairro Santo Amaro a importantes polos de atividades terciárias, como Moema, Vila Mariana e Brooklin.

LINHA 6 DO METRÔ DE SÃO PAULO

A parceria público-privada (PPP) para a construção e operação foi uma das grandes conquistas da Construtora Queiroz Galvão e da QG Infra.

A obra da Linha 6 do Metrô de São Paulo, uma concessão de 25 anos (seis de desenvolvimento e 19 de operação e manutenção), será operada pela QG Logística, divisão da QG Infra. Serão 15,3 quilômetros de extensão, 15 estações e uma demanda projetada de 633 mil passageiros por dia útil. A nova linha ligará o bairro Vila Brasilândia à estação São Joaquim (Linha 1-Azul).

A construção gerará 10 mil empregos e, quando concluída, atenderá a uma população de dois milhões de pessoas, percorrendo os bairros Brasilândia, Freguesia do Ó, Pompeia, Perdizes, Sumaré e Bela Vista.

VEÍCULO LEVE SOBRE TRILHOS (VLT)

Também no Estado de São Paulo, a Construtora realiza as obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que ligará as cidades de Santos e São Vicente. A linha, com extensão de 9,5 quilômetros e 11 estações, será o primeiro VLT a funcionar com tração elétrica no país e atenderá 70 mil usuários diariamente, empregando 22 trens modernos e não poluentes.

O projeto faz parte da reestruturação completa do sistema de transporte da região, que trará benefícios a mais de 220 mil pessoas.

VIA MANGUE

Maior obra de infraestrutura realizada em Recife em mais de três décadas, a Via Mangue foi projetada para melhorar o trânsito na zona sul da capital pernambucana. Contando com faixas de rolamento expressas, sem semáforos ou cruzamentos, o corredor viário liga o Centro da capital pernambucana ao bairro Boa Viagem. Com extensão total de 8,87 quilômetros, conta com oito pontes, uma alça de ligação, uma passagem semissubterrânea e ciclovias.

O impacto positivo sobre a população recifense não se restringirá à mobilidade urbana. Um cinturão de proteção ambiental cercará o manguezal do rio Pina, importante ecossistema da região metropolitana. Está prevista também a construção de três conjuntos habitacionais, beneficiando 992 famílias que moravam em palafitas e locais próximos ao trajeto da via.

COMPLEXO VIÁRIO DE NATAL

A obra do Complexo Viário de Natal, feita para a mobilidade urbana no entorno da Arena das Dunas, contou com a construção de dois viadutos, sendo um estaiado de 325 metros de extensão, seis túneis e duas passarelas que dão acesso ao estádio.

Em todo o projeto, pensado com a finalidade de melhorar o trânsito da cidade, foram utilizados cerca de 30 mil metros cúbicos de concreto, 3 mil toneladas de aço e outras 3 mil de estacas-prancha.

MONOTRILHO

As obras da Linha 15 do sistema metroviário da cidade de São Paulo seguem, e em breve serão recebidos os primeiros trens monotrilhos de alta capacidade do mundo. Os trens são feitos de alumínio, o que os torna 30% mais leves do que os veículos convencionais. Movidos a energia elétrica, emitem baixos níveis de poluição e ruído.

A Linha 15 do sistema paulistano de transporte tem a extensão de 24,5 quilômetros e por ela passará cerca de meio milhão de pessoas a cada dia. A nova via cruzará a zona leste de São Paulo, reduzindo o tempo de viagem entre as estações Vila Prudente e Hospital Cidade Tiradentes de duas horas para 50 minutos.

Durante a 60ª edição do Congresso Mundial de Mobilidade e Transporte Público na Suíça, o projeto recebeu o prêmio da União Internacional dos Transportes Públicos, na categoria Inovação em Intermodalidade.

PONTE DO GUAÍBA

A construção da nova ponte do Guaíba começa a tomar forma em Porto Alegre. E a Queiroz Galvão é responsável pela obra, que liga a região sul do estado à capital e tem conclusão prevista para outubro de 2017.

Com 40 metros, a nova ponte terá cerca de três vezes a altura da atual, que tem 12 metros de altura livre (distância entre o nível d’água e a parte inferior do vão móvel). Quando içada, a estrutura chega ao máximo de 35 metros.

Ao longo da construção, está previsto o reassentamento de 998 famílias e de 33 pontos de comércio e instituições, que estão na planta da obra ou em área de preservação ambiental.

TRANSBRASIL

O BRT Transbrasil, que ligará Deodoro ao Centro do Rio de Janeiro pela Avenida Brasil, também é uma obra da Queiroz Galvão. Terá cerca de 30 quilômetros de extensão, com quatro terminais (Deodoro, Margarida, Missões e Centro), 28 estações e 15 passarelas. Em Deodoro, será interligado com o corredor Transolímpico, que está em andamento e vai deste bairro à Barra da Tijuca e ao Recreio dos Bandeirantes.

A expectativa é de que sejam atendidos 900 mil passageiros por dia. O sistema terá conexão com a Transcarioca, que liga a Barra da Tijuca ao Aeroporto do Galeão, e a Transolímpica, que ainda está em construção e ligará o Recreio dos Bandeirantes a Deodoro.

CORREDOR TRANVERSAL I AVENIDA GAL COSTA, SALVADOR

O corredor transversal, projeto de mobilidade urbana de Salvador, visa à ligação entre a orla oceânica, o centro e a suburbana – zonas da cidade que sempre viveram separadas.

O projeto compreende a integração da Avenida Pinto de Aguiar à Avenida Gal Costa, através de túnel, e se estende aos bairros Capelinha e Pirajá, para desembocar no bairro Lobato, na Avenida Suburbana. São aproximadamente 12 quilômetros de extensão, com três vias por sentido, viadutos, túneis, paisagismo e iluminação pública.

OBRAS DO CONTORNO DE SÃO SEBASTIÃO

A Construtora Queiroz Galvão é responsável pelos lotes 3 e 4 do empreendimento Nova Tamoios Contornos, no litoral norte de São Paulo. Uma das principais obras em andamento é o Contorno de São Sebastião, projetado para melhorar o escoamento do fluxo da Rodovia dos Tamoios até o Porto de São Sebastião.

O projeto prevê a construção de nove quilômetros entre a Costa Norte de São Sebastião, na altura do bairro Jaraguá, e o terminal portuário que contorna o município até o bairro Topolândia.

Compromisso Olímpico

CENTRO OLÍMPICO DE DEODORO

A Construtora é responsável pela primeira fase das obras, que abrange as áreas comuns e de circulação do Parque Radical e edificações de apoio, com intervenções de infraestrutura, preparo de canteiros e limpeza do terreno. Na sequência, serão feitas as intervenções na Arena Deodoro e a reforma do centro de tiro. O projeto inclui também o circuito de canoagem slalom, a pista de mountain bike, a pista de BMX, a arena de rúgbi e pentatlo moderno, a Arena Deodoro (esgrima do pentatlo moderno e preliminares do basquete feminino), o centro de hóquei sobre grama e a piscina do pentatlo moderno. Além das obras de construção e reforma, o contrato prevê dez meses de operação e, após os Jogos do Rio 2016, seis meses para desmontagem das estruturas temporárias e adequação das instalações existentes.

LINHA 4 DO METRÔ DO RIO DE JANEIRO

A Construtora acelerou os trabalhos na Linha 4 do Metrô do Rio de Janeiro (Barra da Tijuca-Ipanema), o maior bitúnel construído em rocha entre duas estações de metrô do mundo. Com extensão total de 16 quilômetros, compreendendo seis estações (Jardim Oceânico, São Conrado, Gávea, Antero de Quental, Jardim de Alah e Nossa Senhora da Paz), a Linha 4 tornará o transporte menos poluente, mais integrado e seguro. O início da operação está previsto para o primeiro semestre de 2016. A Linha 4 transportará mais de 300 mil pessoas por dia e retirará das ruas cerca de dois mil veículos particulares a cada hora no trecho coberto pelas estações, desafogando o trânsito. Com a nova linha, o passageiro poderá utilizar todo o sistema metroviário da cidade com uma única tarifa, indo da Barra a Ipanema em 15 minutos e da Barra ao Centro em 34 minutos.

DESPOLUIÇÃO DO COMPLEXO LAGUNAR DA BARRA

O projeto, que faz parte das obrigações do Caderno de Encargos das Olimpíadas de 2016, visa a dragar e recuperar ambientalmente as degradadas lagoas da região – Marapendi, Tijuca, Camorim e Jacarepaguá –, além dos canais da Joatinga e de Marapendi, totalizando um perímetro de 15 quilômetros de extensão.

Óleo e Gás

COMPLEXO PETROQUÍMICO DO RIO DE JANEIRO (COMPERJ)

Para este projeto, a CQG está construindo duas unidades de hidrotratamento (equipamentos que reduzem o teor de enxofre do combustível durante a fase de refino, tornando-o menos poluente) e suas respectivas subestações de energia elétrica.

A Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) será responsável pelo processamento do gás natural extraído das reservas do pré-sal, com capacidade para receber mais de 20 milhões de metros cúbicos diariamente, e a Unidade de Recuperação de Enxofre (URE) do Complexo será usada pera recuperar o enxofre contido nos fluxos de gases provenientes de outros processos de refino.

O Comperj, que ocupará uma área de 45 milhões de metros quadrados, tem papel estratégico na expansão do setor petrolífero do Brasil. A instalação aumentará a capacidade nacional do refino de petróleo pesado e da produção de petroquímicos, com consequente redução da importação de derivados e de produtos correlatos. Além disso, sua produção impulsionará toda uma cadeia de transformação de produtos petroquímicos de segunda geração em bens de consumo, envolvendo componentes para montadoras de automóveis, materiais cirúrgicos e eletrodomésticos. Toda a operação da CQG no Comperj segue as boas práticas de cuidados ambientais, incluindo tratamento de efluentes, armazenamento seguro de produtos químicos e coleta seletiva de resíduos.

REFINARIA ABREU E LIMA (RNEST)

É outro projeto de grande porte para a indústria de óleo e gás, erguido em Ipojuca (Pernambuco) e que conta com a participação da Queiroz Galvão. Maior e mais moderna refinaria do país, construída com tecnologia totalmente nacional, empregou 9.500 trabalhadores da CQG na fase de pico da obra.

A empresa faz a montagem do complexo sistema de interligações entre os equipamentos da refinaria – tubos, pontilhões e subestações. É um trabalho crucial, ligando as unidades industriais às áreas de armazenamento de óleo cru e seus derivados refinados através de tubulações, válvulas e bombas, em operações extremamente precisas.

Infraestrutura

RODOVIA DOS TAMOIOS

A Concessionária Tamoios, que pertence ao Grupo Queiroz Galvão, opera integralmente o atendimento aos usuários, a manutenção, a conservação e as obras previstas na Rodovia dos Tamoios (SP-99), corredor que liga o Vale do Paraíba ao litoral norte de São Paulo. A concessão é de 30 anos, e nela está prevista a duplicação do trecho de serra da Tamoios.

Responsável por 119,05 quilômetros de rodovia, nesse primeiro momento responderá apenas pelos trechos de planalto e serra da Tamoios (85,15 quilômetros). Nos próximos anos, assumirá ainda os Contornos de Caraguatatuba e São Sebastião (33,9 quilômetros), trechos que ainda estão sendo construídos sob responsabilidade da Dersa. A concessão – que trará como benefícios a modernização no sistema viário, com a realização de obras de adequação de alguns trechos e, na operação, com a inclusão de tecnologia para atendimento do usuário – beneficiará 25 milhões de usuários por ano e trará impactos positivos diretos para os municípios de Caraguatatuba, Jacareí, Jambeiro, São José dos Campos, São Sebastião e Paraibuna.

PÍER IV

O píer, integrado ao S11D e com aproximadamente 60 mil metros cúbicos de volume de concreto, terá capacidade de carregar dois navios simultaneamente, com até 400 mil toneladas de porte bruto.

A obra contempla uma linha de embarque e um carregador de navios com capacidade de 16 mil toneladas por hora.

BELO MONTE

Quando for inaugurada, será a maior usina hidrelétrica instalada inteiramente em solo brasileiro e a terceira maior do mundo. Essa obra monumental, construída no rio Xingu (PA), tem capacidade total instalada de 11.233 MW e deverá, quando operacional, fornecer uma média anual de 4.571 MW – energia elétrica suficiente para suprir as necessidades de cerca de 40% dos domicílios brasileiros.

O compromisso com o equilíbrio socioambiental está mantido, e Belo Monte terá um reservatório de água reduzido, para minimizar o impacto sobre o ecossistema local e impedir que qualquer terra indígena seja alagada.

Do total de 250 quilômetros para acessos e estradas de serviço ao longo do empreendimento, cerca de 170 quilômetros já foram pavimentados.

TRANSPOSIÇÃO DO SÃO FRANCISCO

A CQG finalizou as obras do Canal do Sertão Alagoano, projeto que levará água para consumo da população rural e urbana do estado, beneficiando cerca de 900 mil habitantes em 42 municípios. É a maior obra de infraestrutura hídrica já feita no Estado de Alagoas e uma das maiores em toda a região Nordeste. Os primeiros 65 quilômetros do canal estão em funcionamento, levando água para três municípios (Delmiro Gouveia, Pariconha e Água Branca).

Quando finalizado, o Canal terá 250 quilômetros de extensão total, recebendo água do rio São Francisco a uma vazão média de 32 metros cúbicos por segundo. O Canal do Sertão possibilitará a instalação de projetos de pecuária e de irrigação na região, assim como a introdução de projetos de piscicultura, gerando renda e fonte de alimentos durante todo o ano.

PORTO DO PECÉM – CEARÁ

Os trabalhos para a segunda fase de expansão do Terminal de Múltiplo Uso (TMUT) do Porto do Pecém, no município de São Gonçalo do Amarante, distante 60 quilômetros de Fortaleza, avançam com a execução dos serviços de alargamento do quebra-mar e a implantação de três novos berços, que terão cerca de 300 metros cada um.

Em seguida, será feita uma nova ponte, com 1.560 metros, e o quebra-mar, que será alargado em cerca de mil metros, receberá pavimentação a fim de permitir o melhor trânsito de veículos sobre a sua estrutura. Cerca de 300 operários trabalham na obra, e a previsão é de que esta fique pronta em 2016.

FERROVIA NORTE-SUL

A construtora avançou nas obras do trecho que ligará o Centro-Oeste ao restante da ferrovia, possibilitando o escoamento da produção agrícola por meio dos portos do Norte e do Nordeste, que também serão interligados ao sistema. A CQG trabalha em um segmento da ferrovia que soma 669 quilômetros, entre Ouro Verde (GO) e Estrela d’Oeste (SP).

Quando concluída, a linha férrea se estenderá por 1.980 quilômetros e cortará os Estados de Pará, Maranhão, Tocantins, Goiás, Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso do Sul. A CQG também será responsável pelas obras e serviços de engenharia para complementação do Túnel 2 da Ferrovia, em Anápolis, Goiás.

PARQUES EÓLICOS DE CALDEIRÃO GRANDE do PIAUÍ

A Chapada do Araripe está entre os locais no Brasil com maior potencial de exploração de energia eólica. Possui qualidades favoráveis e um corredor de ar por onde passam ventos que vêm do litoral e de outras regiões.

Apostando nisso, a Queiroz Galvão Energia investe na exploração de energia sustentável no lado piauiense da Chapada do Araripe, em Caldeirão Grande, no sul do Piauí.

No município, serão gerados inicialmente 416 MW de energia, e a previsão é de que sejam instalados 154 moinhos para a produção. A energia será comercializada com o sistema nacional de energia.

#mk-tabs-599b0112d8887 .mk-tabs-tabs li.ui-tabs-active a, #mk-tabs-599b0112d8887 .mk-tabs-panes, #mk-tabs-599b0112d8887 .mk-fancy-title span{ background-color: #ffffff; }

Atuação

Galeria de Imagens

  • Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
    Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
  • Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
    Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
  • Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
    Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
  • Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
    Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
  • Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
    Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
  • Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
    Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
  • Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
    Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
  • Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
    Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
  • Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
    Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
  • Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
    Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
  • Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
    Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
  • Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
    Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
  • Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
    Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
  • Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
    Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca.
  • Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, zona sul.
    Linha 4 do metrô no Rio de Janeiro, zona sul.
  • Píer IV, projeto da Vale, integrado ao S11D no Maranhão.
    Píer IV, projeto da Vale, integrado ao S11D no Maranhão.
  • Via Mangue, Recife.
    Via Mangue, Recife.
  • Via Mangue, Recife.
    Via Mangue, Recife.
  • Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), Santos - SP.
    Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), Santos - SP.
  • Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), Santos - SP.
    Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), Santos - SP.
  • Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), Santos - SP.
    Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), Santos - SP.
  • Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), Santos - SP.
    Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), Santos - SP.
  • Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), Santos - SP.
    Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), Santos - SP.
  • Dragagem e recuperação das lagoas da Barra da Tijuca e Jacarepaguá.
    Dragagem e recuperação das lagoas da Barra da Tijuca e Jacarepaguá.
  • Ponte sobre o Rio Guaiba, Porto Alegre - RS.
    Ponte sobre o Rio Guaiba, Porto Alegre - RS.
  • Monotrilho, linha 15 do metrô em São Paulo.
    Monotrilho, linha 15 do metrô em São Paulo.
  • Monotrilho, linha 15 do metrô em São Paulo.
    Monotrilho, linha 15 do metrô em São Paulo.
  • Monotrilho, linha 15 do metrô em São Paulo.
    Monotrilho, linha 15 do metrô em São Paulo.
  • Linha 5 do metrô em São Paulo, Estação Eucaliptos.
    Linha 5 do metrô em São Paulo, Estação Eucaliptos.
  • Construção da Linha 5 do metrô em São Paulo.
    Construção da Linha 5 do metrô em São Paulo.
  • Construção da Linha 5 do metrô em São Paulo.
    Construção da Linha 5 do metrô em São Paulo.
  • Refinaria Abreu e Lima (RENST) em Ipojuca - PE.
    Refinaria Abreu e Lima (RENST) em Ipojuca - PE.
  • Refinaria Abreu e Lima (RENST) em Ipojuca - PE.
    Refinaria Abreu e Lima (RENST) em Ipojuca - PE.
  • Refinaria Abreu e Lima (RENST) em Ipojuca - PE.
    Refinaria Abreu e Lima (RENST) em Ipojuca - PE.
  • Ferrovia Norte-Sul.
    Ferrovia Norte-Sul.
  • Ferrovia Norte-Sul.
    Ferrovia Norte-Sul.
  • Complexo viário em Natal - RN.
    Complexo viário em Natal - RN.
  • Complexo viário em Natal - RN.
    Complexo viário em Natal - RN.
  • Canal do sertão, Delmiro Gouvea - AL.
    Canal do sertão, Delmiro Gouvea - AL.
  • Canal do sertão, Delmiro Gouvea - AL.
    Canal do sertão, Delmiro Gouvea - AL.
  • Canal do sertão, Delmiro Gouvea - AL.
    Canal do sertão, Delmiro Gouvea - AL.
  • Canal do sertão, Delmiro Gouvea - AL.
    Canal do sertão, Delmiro Gouvea - AL.
  • Canal do sertão, Delmiro Gouvea - AL.
    Canal do sertão, Delmiro Gouvea - AL.
  • Canal do sertão, Delmiro Gouvea - AL.
    Canal do sertão, Delmiro Gouvea - AL.
  • Complexo Petroquimico do Rio de Janeiro, Itaborai - RJ.
    Complexo Petroquimico do Rio de Janeiro, Itaborai - RJ.
  • Complexo Petroquimico do Rio de Janeiro, Itaborai - RJ.
    Complexo Petroquimico do Rio de Janeiro, Itaborai - RJ.
  • Complexo Petroquimico do Rio de Janeiro, Itaborai - RJ.
    Complexo Petroquimico do Rio de Janeiro, Itaborai - RJ.
  • Complexo Petroquimico do Rio de Janeiro, Itaborai - RJ.
    Complexo Petroquimico do Rio de Janeiro, Itaborai - RJ.
  • Complexo Petroquimico do Rio de Janeiro, Itaborai - RJ.
    Complexo Petroquimico do Rio de Janeiro, Itaborai - RJ.
  • Complexo Petroquimico do Rio de Janeiro, Itaborai - RJ.
    Complexo Petroquimico do Rio de Janeiro, Itaborai - RJ.
  • Complexo Petroquimico do Rio de Janeiro, Itaborai - RJ.
    Complexo Petroquimico do Rio de Janeiro, Itaborai - RJ.
  • Estação da linha 6 do metrô em São Paulo.
    Estação da linha 6 do metrô em São Paulo.
  • BMX, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
    BMX, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
  • BMX, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
    BMX, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
  • BMX, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
    BMX, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
  • BMX, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
    BMX, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
  • BMX, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
    BMX, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
  • Mountain Bike, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
    Mountain Bike, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
  • Mountain Bike, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
    Mountain Bike, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
  • Mountain Bike, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
    Mountain Bike, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
  • Mountain Bike, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
    Mountain Bike, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
  • Mountain Bike, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
    Mountain Bike, evento teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
  • Porto do Pecém, São Gonçalo do Amarante - CE.
    Porto do Pecém, São Gonçalo do Amarante - CE.
  • Porto do Pecém, São Gonçalo do Amarante - CE.
    Porto do Pecém, São Gonçalo do Amarante - CE.
  • Concessionária Tamoios (SP-99).
    Concessionária Tamoios (SP-99).
  • Concessionária Tamoios (SP-99).
    Concessionária Tamoios (SP-99).
  • Concessionária Tamoios (SP-99).
    Concessionária Tamoios (SP-99).
  • UHE Belo Monte, no Rio Xingu - PA.
    UHE Belo Monte, no Rio Xingu - PA.
  • BRT Transbrasil, Avenida Brasil, Rio de Janeiro.
    BRT Transbrasil, Avenida Brasil, Rio de Janeiro.
  • BRT Transbrasil, Avenida Brasil, Rio de Janeiro.
    BRT Transbrasil, Avenida Brasil, Rio de Janeiro.
  • BRT Transbrasil, Avenida Brasil, Rio de Janeiro.
    BRT Transbrasil, Avenida Brasil, Rio de Janeiro.
  • BRT Transbrasil, Avenida Brasil, Rio de Janeiro.
    BRT Transbrasil, Avenida Brasil, Rio de Janeiro.
  • BRT Transbrasil, Avenida Brasil, Rio de Janeiro.
    BRT Transbrasil, Avenida Brasil, Rio de Janeiro.
  • Canoagem Slalom, eventos teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
    Canoagem Slalom, eventos teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
  • Canoagem Slalom, eventos teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
    Canoagem Slalom, eventos teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
  • Canoagem Slalom, eventos teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
    Canoagem Slalom, eventos teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
  • Canoagem Slalom, eventos teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
    Canoagem Slalom, eventos teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
  • Canoagem Slalom, eventos teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
    Canoagem Slalom, eventos teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
  • Canoagem Slalom, eventos teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
    Canoagem Slalom, eventos teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
  • Canoagem Slalom, eventos teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
    Canoagem Slalom, eventos teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
  • Canoagem Slalom, eventos teste no Complexo Esportivo de Deodoro.
    Canoagem Slalom, eventos teste no Complexo Esportivo de Deodoro.

Start typing and press Enter to search